Últimos Artigos em Espetáculos

3 e Um Quarto

3 e Um Quarto

3 e Um Quarto é um espetáculo que utiliza como elementos cénicos uma cama, uma cadeira e uma mesa. Adapta-se a vários espaços cénicos e a várias salas de espetáculo, podendo ser realizado em espaços não convencionais. As três partes do espetáculo sucedem-se com pequenas mudanças de disposição dos elementos em cena.

Sinopse

3 atores. 3 peças. Um lugar comum.

Este é um projeto que nasce da união de “Seis… quase meia”, “O Turno” e “Não há culpa”, três peças de curta duração: um drama e duas comédias.

Pontos em comum? Os atores e uma cama. Dividindo o mesmo espaço, as três peças sucedem-se com pequenas mudanças de cenário.

Confinados a um quarto, os atores, dois homens e uma mulher, dão corpo a seis personagens. Ao longo do espetáculo assistimos às suas vidas, histórias, dramas, sonhos e fantasias.

Faça parte deste 3 E UM QUARTO. Ainda há espaço para si!

Ficha Técnica e Artística

Texto e Encenação João Ascenso
Interpretação Anaísa Raquel, Ricardo Brito Diniz e Ricardo Lérias
Desenho de Luz Ricardo Brito Diniz
Fotografia e Design gráfico R.FELIX PHOTOGRAPHY
Produtor Executivo Miro Silveira
Produção Trópico de Artes Produções
Classificação Etária M/12
Duração 45 minutos

Em cena na Fábrica Braço de Prata de 4 a 25 de setembro.
Bilhetes disponíveis:

BOL - Comprar Bilhetes

Espetáculo disponível para digressão, contacte-nos.

João e o Pé de Feijão

João e o Pé de Feijão

Sinopse

João e o Pé de Feijão é um conto de origem inglesa, amoral e controverso. Nele se retrata a aventura de um rapaz que vivia com a sua Mãe e que por não terem o que comer, têm de vender a vaca Malhadinha, único sustento da família. No caminho para a feira encontra um feiticeiro que lhe oferece 5 feijões mágicos, em troca da vaca. Daí para a frente as aventuras de João sucedem-se, até que acaba por roubar um gigante de uma forma impune. Desde uma galinha que põe ovos de ouro, até uma harpa falante, todos os elementos são envolventes para o público mais pequeno.

No final da estória, João e a sua Mãe arrependem-se, da ganância, da avidez, prometendo não voltar a usar meios pouco convencionais para obter riqueza. Assim como na época, o tema e a moral foram contestadas, também este espectáculo para a infância pretende abrir o conto a novas leituras e interpretações. O jogo teatral é lúdico e apelativo, sobretudo para os mais pequeninos, que são transportados para o mundo de João onde se apela à imaginação e participação.

Ficha Técnica e Artística

Adaptação e Encenação Sérgio Moura Afonso
Interpretação Ana Lúcia Magalhães; Rafael Serra e Ricardo Karitsis
Música Original Nuno Cintrão
Figurinos Flávio Tomé
Cenografia Marta Fernandes da Silva
Desenho de luz Byfurcação Teatro
Ilustração José Frutuoso
Operação de som Byfurcação Teatro
Produção Byfurcação Teatro
Agenciamento Trópico de Artes Produções
Classificação Etária M/3
Duração 50 minutos

Espetáculo disponível para digressão, contacte-nos

A Noite do Choro Pequeno

A Noite do Choro Pequeno

Sinopse

Duas mulheres passam a noite numa estação rodoviária. Isoladas do olhar dos outros, enquanto aguardam por transporte, atravessam o tempo conversando. Uma espera reencontrar-se com o passado enquanto a outra foge dele. Aos poucos, a conversa entre as duas deixa a verdade à solta e o amanhecer revela duas mulheres diferentes.

Tal como Portugal, à época, estas mulheres estão, também, isoladas do mundo. Educadas no silêncio, habituadas a observar e calar. Esperam. Aguardam que a vida mude, desejam que ela tenha um sentido. Sentem vontade de respirar e de mostrar vontade própria. Pensar e dizer, observar e intervir.

Um banco corrido, atravessa o espaço cénico, centrando a ação. Uma divisão entre as duas mulheres. Elas estão no mesmo local e ainda assim separadas. Mas há mais espaço em volta, há lugar para sentar e deitar, basta querer e a separação acaba. Cabe às personagens decidir quando terminar com o isolamento.

A luz pesa sobre elas e ao longo da ação vai abrindo, criando um “pé direito” que permite outra respiração. Ambas começam presas a uma espera que, no caminhar do espetáculo, se transforma numa vontade de agir. Por fim, quando ambas se libertam, resta-nos a dúvida de como vai ser quando as duas se devolverem ao mundo.

Ficha Técnica e Artística

Autoria e Encenação João Ascenso
Interpretação Alexandra Sargento e Sofia Nicholson
Desenho de Luz Paulo Santos
Sonoplastia Gustavo Rodrigues | MetalBox.pt
Espaço Cénico João Ascenso
Figurinos João Ascenso e Ruy Malheiro
Design Gráfico Luís Covas (2015) | Paulo Cruz (2019)
Fotografia de Cena Pedro Sadio
Produção Trópico de Artes Produções e Buzico! Produções Artísticas

Espetáculo disponível para digressão, contacte-nos

Seis… Quase Meia

Seis… Quase Meia

Sinopse

O lugar é aqui. O tempo é agora.

Uma cidade que despertou diferente e se mostra como ninguém a quer ver.

Um casal, ele e ela, sem nome, como outro casal qualquer. A vida a dois. A visão que cada um tem sobre si, sobre o outro, sobre tudo que os rodeia.

Uma madrugada onde cada minuto que passa é uma oportunidade vencida, onde sonhar é fantasiar a verdade e onde a esperança é uma palavra que a memória vai esquecendo.

Ficha Técnica e Artística

Texto e Encenação João Ascenso
Interpretação Anaísa Raquel e Ricardo Brito Diniz
Design Rui Félix
Produção Trópico de Artes Produções
Classificação Etária M/12
Duração 15 minutos

Não Há Culpa

Não Há Culpa

Sinopse

Deus e Nossa Senhora assistem ao fim do mundo pela Televisão.

Ele, todo poderoso, estranha a reação dos humanos. Ela, a sua santa mulher, critica a forma como Ele fez as coisas.

E a discussão começa! Uma troca de palavras sobre responsabilidades que depressa se torna numa discussão conjugal. Os jogos de poder, aliados aos jogos de sedução, fazem deste Deus e desta Maria duas figuras que muito se assemelham aos líderes que governam muitos países do mundo.

Não há culpa, uma comédia sobre o fim do mundo, tal como o conhecemos.

Ficha Técnica e Artística

Texto e Encenação João Ascenso
Interpretação Anaísa Raquel e Ricardo Lérias
Design Rui Félix
Produção Trópico de Artes Produções
Classificação Etária M/12
Duração 15 minutos

Sueño

Sueño

Sinopse

Sueño é uma criação original que aborda a temática do sono e do sonho, na qual estes dois conceitos se cruzam, mergulhando no ilimitado, e muitas vezes bizarro, mundo dos sonhos.

Pretendemos desfocar a realidade e abraçar o absurdo como parte de uma dimensão interior que o ser humano não pode controlar. O sono profundo, o desejo irrealizável, a necessidade de dormir, o sonho bizarro, o sono sonâmbulo, o sonho de uma vida. Sonhos e sonos, realidade e fantasia sempre intermitentes.

Pretendemos pesquisar diferentes técnicas de dança e de novo circo, de forma a explorar, de formas tão variadas quanto possível, a dimensão humana na sua vertente mais íntima e individual do sono e do sonho. Recorrendo a referências como contos de fadas e memórias colectivas da infância, procuramos uma abordagem que faça jus a este universo tão inconstante [sono e sonho] e, para tal, fazer coincidir formas de arte performativa que se completem e complementem, desafiando as técnicas trabalhadas, da mesma forma que os sonhos desafiam a realidade.

Ficha Técnica e Artística

Autor Susana Alves Costa
Interpretação Helder Duarte e Susana Alves Costa
Música Original Nuno Sá
Coreografia André Nunes e Edson Carvalho
Desenho de Luz Paulo Santos
Figurinos Ritomar
Fotografia Cartaz Ulisses Almeida
Design Gráfico Paulo Cruz
Vídeo Ulisses Almeida
Coprodução Buzico! Produções Artísticas, Gato Ruim e Trópico de Artes Produções

Espetáculo disponível para digressão, contacte-nos

ADÃO + EVA: a experiência

ADÃO + EVA: a experiência

ADÃO + EVA: a experiência

Sinopse

Inspirado em “The diaries of Adam and Eve” de Mark Twain, apresentamos uma versão livre e divertida do dia-a-dia destas duas personagens. Adão e Eva acabam de ser expulsos do “Centro de Pesquisas Éden” por terem desrespeitado as normas do centro. Confrontados com uma realidade desconhecida, ambos, vão ter de aprender a lidar com um novo mundo.

Adão, um homem pacato e humilde que vivia as suas rotinas, aceitando as regras que lhe ditavam, sente que, agora, a sua vida perdeu o sentido. Eva, dotada de uma curiosidade e dinamismo naturais, está entusiasmada com a oportunidade de começar uma experiência diferente e de aplicar os conhecimentos que adquiriu no “Centro de Pesquisas Éden” à nova vida que a espera…

Será que cada um se vai adaptar ao novo mundo? E o casal, sobreviverá ele às mudanças e à novidade? Só o tempo ditará se a vida a dois se vai transformar num paraíso ou num inferno.

Ficha Técnica e Artística

Texto e Encenação João Ascenso
Elenco Margarida Moreira e Ricardo Barbosa
Desenho de Luz Ricardo Brito Diniz
Design gráfico Monstrocriativo
Fotografia de Cena Ulisses Almeida
Produtor Executivo Miro Silveira
Produção Trópico de Artes Produções
Classificação Etária M/12
Duração 1h20m

Espetáculo disponível para digressão, contacte-nos